2.jul.2013

10 superpoderes de mãe!

10superpoderes

A maternidade muda TUDO na vida da mulher! Mudam as prioridades, o modo de ver o mundo, a rotina, a conta bancária… Deixamos de ser “egoístas”, de pensarmos apenas em nós e passamos a pensar nos filhos, não raro somente neles! Ao nos tornarmos mães, desenvolvemos habilidades inimagináveis e hoje compartilho meus 10 SUPERPODERES com vocês:

* Super audição: ouço qualquer suspiro do filho, a qualquer distância ou até mesmo sou capaz de escutar o silêncio quando o Antônio está quietinho e aprontando todas!

* Super paciência: para ensinar e educar com amor e carinho mesmo cansada, depois de um dia cheio, conto até 10, 100, 1000… uma paciência que nem eu sabia que tinha!

* Supermãe Polvo: tenho mil braços. Consigo fazer muitas coisas ao mesmo tempo: cozinhar, cantar músicas, colocar as roupas na máquina, lavar louças, falar no telefone com a minha mãe, tudo isso com o filho no colo, e ainda não deixar o arroz queimar! #superpower

* Tradutora de bebenês: entendo tudo o que o guri fala, traduzo para as amigas e para a família e ainda represento tudo que o Antônio fala, pensa e resmunga. Super poderes que só as mães têm!

* Curadora de dodóis com um beijo: sempre que o Antônio tem um roxo de batida ou picada de mosquito lá vem ele me pedir beijo no dodói. Assim que dou o beijinho ele diz que passou! #comoébomsermãe

* Visão de raio-x: ando pela casa no escuro, acho a chupeta ou as meias que ele insiste em tirar e coloco no lugar. Sem fazer barulho para ele não acordar, claro.

* Amnésia: esqueço as dificuldades, o cansaço e só lembro das coisas boas, da felicidade que é ser mãe, tanto que já penso em repetir a dose em breve…

* Mãe Diná: é o poder da adivinhação, de prever as coisas, o clima, se vai esfriar, já coloco mais um casaquinho na mochila, ou se acho que vai chover, já coloco as botas… E quando acho que ele vai cair, sempre falo para ele tomar cuidado e POFT, ele cai! #bocasantademãe

* Super poder da disposição: dormimos poucas horas ou nem dormimos e estamos sempre dispostas, quer dizer, nem sempre tããão dispostas, mas fazemos o que é preciso, amamentamos em livre demanda, trocamos fraldas, fazemos arrotar, cantamos, inventamos brincadeiras, sempre com um sorriso no rosto.

* Amor super infinito: o poder de amar, de multiplicar o amor e de me fazer amar mais e mais o guri que me mudou e mudou minha vida!

Acho que todas nós ganhamos estes e muitos outros superpoderes quando nos tornamos mães, né? Afinal, “sobrevivemos” aos 9 meses de gravidez, ao parto, às dificuldades da amamentação, ao cansaço, às dificuldades financeiras… com um grande sorriso!

E vocês gurias, quais sãos seus superpoderes?

Beijos

Angi

naturamamaebebe

Comente pelo Facebook

Leia mais!