25.set.2014

5 Dicas para estimular a fala das crianças!

falando com criancas

Oi, mamães!

Hoje darei algumas dicas para os pais estimularem o desenvolvimento da fala em seus filhos, de forma correta.

É comum que crianças pequenas apresentem trocas na fala, pois estão “testando” os sons, aprendendo a articular as palavras e tudo é novidade.

A criança deve receber os estímulos certos, desde cedo, pois os pais são seu modelo. Consequentemente, se eles falarem errado, a criança tem mais chances de produzir trocas na fala.

1. Converse muito com seu filho:

Desde bebê: disponha de seu tempo e sua atenção para olhar nos olhos dele e conversar; fale quando vai trocar a fralda, se tem xixi ou cocô. Dê bom dia ao acordar, boa noite antes de dormir. Assim ele vai assimilando as coisas.

2. Fale de forma natural, sem tatibitates:

Não fique infantilizando a voz quando for falar com o bebê, como falar no diminutivo e em tom mais fino. É preciso que ele se sinta inserido nas conversas familiares com o máximo de naturalidade. Fale de forma simples, com boa entonação, destacando os nomes de objetos e pessoas. Então quando a tia, ou a vovó falar com eles em “nenenês”, diga para ela ler o post.

3. Falar devagar:

O melhor a fazer é articular pausadamente e corretamente as palavras, explicar o significado das coisas, para que a criança tenha maiores possibilidades de se expressar. Não gritar com a criança, ou dizer que entendeu, sem ter entendido o que foi dito por ela. Paciência, algumas crianças tendem a falar mais enrolado, precisamos ajudá-las para que falem de maneira que todos entendam.

4. Todas as coisas têm nome:

Diga os nomes dos objetos ao redor, os nomes das pessoas, dos animais: esta é a melhor forma de a criança associar nomes a imagens e poder repetir mais tarde. Exemplo: Quem faz o som “au-au” é o CACHORRO. O nome do animal é cachorro, não “au-au”. Sei que é difícil, e que as pessoas tendem a chamar de “au au”, mas corrija e fale cachorro.

5. Não repita o “erro”:

Se seu filho pede para colocar o “cajaco”, repita a frase, com a palavra certa. Exemplo: “Ah, você gostaria de colocar o CASACO? Vamos colocar o CASACO!” Não ria quando ele errar, por mais “fofo” que possa ser. Nós, mães, achamos tudo fofo nos filhos, até os erros na fala, e eles percebem que gostamos e tendem a falar errado para agradar, então não repitam um erro, corrijam com amor e paciência!

Espero que tenham gostado das dicas, mamães.

Qualquer dúvida procurem uma fonoaudióloga de confiança, ela é a profissional que poderá auxiliar seu filho a se comunicar melhor com o mundo!

Abraços,

Taís Alves Batschauer

CRFª 9309/ RS

Porto Alegre, RS

Comente pelo Facebook

Leia mais!