21.mar.2013

A saúde também começa pelo pé – Teste do Pezinho

O que é?
O Teste de Triagem Neonatal, conhecido como “Teste do Pezinho”, é um exame realizado no recém-nascido para detectar precocemente algumas doenças genéticas e metabólicas que podem trazer graves consequências para a criança caso não tratadas desde o início.

Como é feito?
O exame é feito coletando amostra de sangue do pé do bebê. É uma “picadinha” no calcanhar. Essa área é bem vascularizada então é mais fácil para coletar o sangue, pois colher sangue das veias pode ser complicado e traumatizante nos bebê já que as veias são muito fininhas e muito vezes difícil de encontra-las. O sangue é colocado em um papel conhecido como “papel filtro”. O procedimento é simples e não traz riscos para a criança.



É comum que os bebês chorem, tente manter a calma para transmitir segurança para seu filho.

Quando deve ser realizado?
A partir de 48 horas de vida. O ideal é realizar o exame até o 5º dia de vida, mas é possível fazer até o 30º dia de vida. Não espere, faça o antes possível.

Onde é feito?
Como deve ser feito o quanto antes possível (a partir das 48 horas), geralmente é realizado na própria maternidade em que a mãe deu a luz, antes de receberem a alta. Isso para evitar o risco de esquecer de realizar e atrasar para detectar as doenças. Além disso é melhor pois você não precisa sair de casa com o bebê tão novinho depois.

Quanto custa?
O Ministério da Saúde fornece gratuita e obrigatoriamente o teste básico, que pode incluir entre 3 e 6 testes, dependendo da fase do programa que está no seu Estado. Alguns estados adicionaram outras doenças no Teste Básico, enquanto outros ainda estão atrasados na fase do Projeto e por isso não pesquisam todas as doenças. Pesquise como funciona no seu Estado.

Além disso, existe maneira de ampliar a triagem e detectar outras doenças também, mas o custo adicional é por conta dos pais. Existem mais de 30 doenças que podem ser detectadas, quanto maior o número de testes maior o preço. Converse com seu pediatra para saber quais valem a pena acrescentar.

Quais as principais doenças que o exame detecta?
1) Fenilcetonúria – deficiência ou ausência de uma enzima conhecida como fenilalanina hidroxilase, que transforma a fenilalanina (um aminoácido) em tirosina. A fenilalanina é um aminoácido presente nas proteínas, inclusive no leito materno. Sem poder metaboliza-la a criança apresenta atraso no desenvolvimento psicomotor, entre outras complicações. O tratamento é feito com dieta isenta de fenilalanina. Para isso existem fórmulas especiais para os recém-nascidos, sempre prescritas e acompanhadas por especialistas.
2) Hipotireoidismo congênito – falta do hormônio produzido pela tireóide. Sem ele a criança apresenta deficiência mental e retardo no crescimento. O Tratamento é feito com a reposição do hormônio através de remédios bem controlados pelos especialistas.
3) Hemoglobinopatias – Anemia Falciforme – é uma alteração no formato da hemoglobina (célula do sangue), que dificulta a circulação. Causa crises de dor aguda, infecções graves, icterícia entre outras complicações. O tratamento é feito com uso de antibióticos para evitar as infecções, e se necessário outras medicações para prevenir as complicações.
4) Fibrose Cística – distúrbio nas glândulas que faz com elas produzam um muco espesso que atrapalha o funcionamento de vários órgãos, como pâncreas e pulmão. Causa problemas respiratórios e gastrointestinais, produzindo infecções e dificuldades no crescimento. O tratamento é feito com antibióticos para evitar as infecções, além de reposição de enzimas e vitaminas que podem ser necessárias. Deve ser acompanhada pelo médico especialista, além de outros profissionais envolvidos.

Essas são as doenças detectadas no Teste do Pezinho Básico fornecido pelo Ministério da Saúde.
No final de 2012 o MS adicionou o teste para outras 2 doenças nos Estados que estão com o Programa em fase mais avançada: A Hiperplasia adrenal congênita e a Deficiência de Biotinidase. O Projeto é implementar o teste completo a todos os estados até 2014.

E quais são as outras doenças detectáveis não oferecidas pelo MS?
Muitas outras doenças podem ser detectadas pelo teste do pezinho. Entre elas: Galactosemia; Deficiência de Glicose-6-fosfato-desidrogenase; Infecções congênitas como toxoplasmose, rubéola, CMV e Sífilis; Erros Inatos do metabolismo; Defeito na beta-oxidação dos ácidos graxos; Entre outras.

Porque é tão importante?
A maioria das doenças não possui cura, mas possui tratamento que é importantíssimo para evitar as sequelas. Essas doenças não apresentam

sintomas ao nascimento e podem demorar para serem diagnosticadas e tratadas. Elas podem atrapalhar o desenvolvimento físico e mental das crianças, causando inclusive deficiência mental, se não iniciar o tratamento precocemente, e as sequelas são irreversíveis.
Mesmo sem ter casos na família, essas doenças podem acometer as novas gerações, por isso a importância de realizar o exame em todos os recém-nascidos.

Lembrando que o teste para as principais doenças estão cobertas pelo MS, que ficará ainda melhor quando atingir a Fase IV em todos os Estados. Então discuta com seu Pediatra para saber mais e se vale a pena pagar para realizar outros testes.
Não se esqueça de buscar o resultado logo que ficar pronto e levar ao seu Pediatra, pois não adianta fazer o exame e não saber se está tudo normal ou não.

Espero ter esclarecido um pouco. Restou alguma dúvida? Entre em contato conosco.
Visitem também o site Seu Pediatra e curtam a Fan Page no facebook AQUI!
Beijo
Fernanda

Comente pelo Facebook

Leia mais!