2.mar.2016

Amamentar na gestação, pode?

Antigamente, muitas mulheres acreditavam que não engravidariam enquanto estivessem amamentando. Hoje em dia, sabemos que a mulher pode engravidar amamentando sim, então assim que acabar a quarentena você deve buscar com seu ginecologista o melhor método contraceptivo para você! 

Mas se seu bebê não é mais tão novo e ainda mama, se você planejou uma nova gravidez, ou foi surpresa mesmo, engravidou enquanto ele ainda amamenta, o que fazer? 

Isso acontece com frequência, e muitas mulheres se perguntam se podem continuar amamentando ou se precisam parar de amamentar. O assunto é controverso, depende muito do seu médico. Por isso a importância de ter um médico de confiança. 

Conversei com a Rosane Baldissera, Consultora Internacional de Amamentação, e ela disse que ” Amamentar durante a gestação é possível e permitido, desde que a gestação não seja considerada de risco para aborto ou parto prematuro, portanto, é decisão da gestante se deve ou não continuar amamentando seu bebê.

Entre o segundo e o terceiro trimestres de gestação, inicia-se novamente a produção de colostro, o que pode ocasionar alteração do sabor do leite e diminuição do volume de leite materno produzido. Nesta fase, alguns bebês podem diminuir o número de mamadas ou iniciar o desmame naturalmente. Se o bebê for menor de um ano, é aconselhável o acompanhamento mais frequente do ganho de peso, a fim de confirmar se o bebê está recebendo quantidade suficiente de leite materno.

Além disso, pode ocorrer maior sensibilidade nos mamilos pelas alterações hormonais, e assim a amamentação pode ficar desconfortável ou dolorida para a mãe, sendo a principal causa de desmame na gestação. Alternar a posição em que a gestante amamenta e utilizar exercícios de respiração podem ajudar a diminuir a sensibilidade.

Durante a gravidez a gestante pode precisar de descanso extra, amamentar deitada pode ser uma maneira de obter esse descanso.” 

Quando eu descobri a gravidez, procurei a minha obstetra, Dr Karla Simon Brouwers, ela liberou a amamentação, pois minha gravidez não tinha riscos e amamentei até quase 10 semanas. Mas o Caetano diminui as mamadas, até que parou de mamar. Acredito que o gosto do leite mudou e ele não quis mais. 

Então se você engravidar enquanto amamentar, converse com seu médico, e se não se sentir segura, procure uma segunda (terceira, quarta…) opinião. Conheço muitas mães que amamentaram a gestação inteira e ainda amamentaram os dois após o nascimento, é uma escolha da mãe e merece nosso respeito e admiração, pois amamentar não é fácil, muitas vezes é exaustivo, mas é maravilhoso e faz muito bem para o filho! 

Beijos

Angi

Comente pelo Facebook

Leia mais!