15.set.2015

As amizades e a maternidade!

“Muito se fala sobre amizade, mas e a amizade depois dos filhos? As amigas que não têm filhos continuam ali presentes? Podemos contar com as mesmas amizades de quando não tínhamos filhos? Muitas vezes a maternidade nos afasta de algumas amizades, isso é mais comum do que podemos imaginar.

A impressão que dá é que os “mundos” ficam muito distantes, qual mãe consegue conversar com uma amiga e não falar algumas dezenas de vezes sobre o filho? Para nós muda muita coisa, muita coisa mesmo, mas para as amigas nada mudou. É tudo muito intenso depois que nos tornamos mães, em todos os sentidos, mas quem não está vivendo isso, muitas vezes não consegue perceber.

Por outro lado se abre um universo de novas amizades, acabamos conhecendo novas pessoas exatamente por conta da maternidade, amigas/mães que muitas vezes são virtuais, mas nem por isso menos atenciosas e verdadeiras. Também redescobrimos velhas amizades que não tínhamos mais contato e que por conta dos filhos voltamos a nos aproximar! 

Foi bem isso que aconteceu com a nossa amizade! A Roberta e eu já éramos amigas, antes mesmo de eu começar a namorar o Bruno e ela o Márcio. Nos conhecemos através de uma amiga em comum, éramos amigas de festa, mas aos poucos cada uma foi pra um lado, nos encontrávamos as vezes em alguns eventos em comum, quando então começamos a namorar. Um dia, em um churrasco de amigos em comum descobrimos que os namorados eram amigos, e começamos a conviver mais. A Roberta engravidou do Gabriel, com isso, perdeu um pouco de contato, ela foi a primeira a engravidar da galera, então estavam todos em outra situação, festas, viagens e acabou sendo um pouco “deixada” de lado. Tudo para ela era novo.

Dois anos se passaram eu engravidei do Benjamin, e ali começamos a ter um vinculo maior, muita coisa do Gabriel ela passou pro Benjamin, éramos as únicas com filhos! O Gabriel e o Benjamin foram crescendo e viraram grandes amigos e isso nos uniu ainda mais, e uma sempre entendo a outra… E a gente começou a conversar sobre a vontade de ter outro filho, e sempre trocando confidencias, problemas no relacionamento, filhos, etc. 

Em dezembro de 2013 eu engravidei do Caio, e a Roberta descobriu a gravidez em abril de 2014, deu… esse foi o toque que faltava pra nossa amizade, curtir a gravidez juntas!

Me lembro como se fosse hoje, dia 1 de abril as 6 da manhã recebo uma mensagem dela dizendo que estava grávida, junto uma foto do teste de farmácia marcando um positivo! Sim, fui a primeira a saber, antes mesmo do pai do Alexandre! Parecia a primeira gravidez dela, me fez muitas perguntas!

O distanciamento de uma amiga que não tem filho não é regra, pelo contrário, a maioria continuará presente na sua vida, mas isso pode acontecer com alguma amiga e pode ter certeza que você não está sozinha nessa. É importante que façamos a nossa parte, se queremos amigas presentes, precisamos SER amigas presentes! “

BetaEJo

Gurias, para mim o que é mais punk depois dos filhos são as amizades, sinto muita falta das amigas. Hoje foi dia de visita, a Joana e a Beta têm um Blog de maternidade o Amigas e Mães, onde compartilham suas experiências, convido vocês a curtirem a fan page e a conhecerem o Blog também! São umas queridas, eu tenho a sorte de ser amiga dessas duas lindas! Em breve teremos encontros e projetos juntas!!!

Beijos

Angi

Comente pelo Facebook

Leia mais!