30.mar.2016

Atenção Concentrada, você sabe o que é?

Gurias, ontem estive em uma palestra onde o assunto era Comunicação entre Pais e Filhos. O tema central era sobre a Atenção Concentrada, que nada mais é do que o tempo que você se dedica ao seu filho, exclusivamente a ele, para brincar, colorir, assistir um filme, mas sem celular ou tablet na mão, sem estar com a comida no fogão, de corpo e alma presente, naquele momento!

Quantas vezes estamos em casa, os filhos estão brincando tranquilos no quarto, até que nos avistam e PRONTO, começam a brigar, discutir, para chamar nossa atenção?

Mas afinal, o que eles querem?

Nos tirar do sério? Claro que não, eles só querem ATENÇÃO! E mesmo que tenhamos mais de um filho, eles são diferentes, são pessoas únicas e querem e precisam atenção exclusiva! Muitas vezes, sentamos no chão, brincamos junto, mas com celular na mão, ou com a cabeça em outro lugar, então não damos o que a criança quer que é se sentir a pessoa mais especial na face da terra!

Aí vocês vão me falar: “Ah, mas eu não tenho tempo. Eu trabalho o dia todo, chego em casa cansada e ainda preciso fazer janta, não tenho tempo para brincar com meu filho!” Ou “Mas eu fico com ele o dia todo em casa, faço as refeições, dou banho… não é suficiente? “

NÃOEntendo que cada vez temos menos tempo mesmo, masssss esse tempo de atenção concentrada não precisa ser medido em horas, pode ser 5, 10 ou 20 minutos, que a gente dedique a eles. Preste atenção no seu filho, escute, olhe nos olhos, demonstre interesse, às vezes eles só querem ser ouvidos. Depois explica que precisa fazer a janta, lavar roupas…Nós mesmas gostamos de atenção concentrada, né? É muito chato quando estamos conversando com alguém e tu sente que a pessoa queria estar fazendo outra coisa. Esse tempo precisa ser diário, ou sempre que estiver com a criança, não adianta ser uma vez por mês, tá? 

Os filhos precisam sentir que são amados! Nós precisamos escutar suas angústias, olhar nos olhos, tocar, abraçar, beijar e dar colo. Precisamos transmitir que estamos ali para eles, não viver “reclamando” que não tem tempo, que está cansada, que depois brinca, depois escuta, porque o depois a gente sabe que nunca chega… #QuemNunca 

O filho aprende através da comunicação, dos conselhos, mas principalmente através dos exemplos. Não adianta dizer que beber refrigerante faz mal e se encher de refrigerantes, ou falar para o filho adolescente que não pode beber álcool e beber cerveja, vinho… eles aprendem principalmente através dos exemplos, lembrem-se!

Não adianta falar que AMA, mas nunca ter tempo para os filhos! Não adianta encher de presentes e NÃO SER PRESENTE! Sei que nenhum pai faz conscientemente mal ao seu filho, mas eles entendem até o que não dizemos e cá entre nós, eles precisam de tão pouco para sentirem-se amados, a gente é que complica. Temos que, mesmo na correria cotidiana, arranjar tempo para os filhos! Uma ida ao cinema, ao parque, na sorveteria, na padaria, isso muda a vida de todos, porque atenção concentrada é tudo de bom para pais e filhos!

A atenção concentrada não precisa ser longa e, na maioria das vezes, pouco tempo satisfaz a necessidade da criança! Muitas das manhas e birras dos filhos são porque querem nossa atenção e no fundo sabemos que não dedicamos atenção concentrada, não é mesmo? 

Aos poucos, a criança saberá que é amada e que pode contar com os pais quando precisar, então brinca tranqüila com seus brinquedos e sabe que quando precisar terá atenção dos pais!

Vamos fazer uma promessa para nós mesmas hoje? Vamos dedicar tempo de qualidade ao(s) filho(s)?

SIMMMMMMMMMMMMMM!

beijos

Angi

Comente pelo Facebook

Leia mais!