6.jan.2017

Brincadeiras divertidas para as férias!

Oi gurias, é com muita alegria que compartilho com vocês que temos uma colunista nova, a Lu da Gurizada Faceira! Ela trará ideias de brincadeiras, dicas para desenvolver habilidades nas crianças, tenho certeza que vocês vão adorar! beijos Angi

“Hoje as dicas são aquelas brincadeiras antigas, onde era necessário apenas crianças e  qualquer objeto que já se tornava um brinquedo incrível.

E tem coisa melhor?! Acho que não, por isso vou dar algumas dicas de brincadeiras simples mas com uma dinâmica muito interessante para as férias dos pequenos. As opções de brincadeiras são diversas, mas com a quantidade de brinquedos tecnológicos, as crianças tendem a passar cada vez mais tempo dentro de casa, concentrado em uma tela de computador, celular. Então vamos colocar essas crianças para se mexerem?

Separamos algumas atividades que as crianças poderão brincar dentro e fora de casa, e os pais podem participar junto!

Massinha de modelar

Ai Lú massinha?! Sim gente, vocês não fazem ideia de como as crianças curtem brincar com a massinha, ela estimula a criatividade de forma bem simples e divertida, quanto mais cores, maior o interesse da criança de criar diferentes formas e objetos. E o melhor é indicado para qualquer idade! A Angi já ensinou uma receita ótima AQUI!

massinha

Possibilidades: pode ser utilizado forminhas que são possíveis encontrar em formas geométricas e animais assim a brincadeira fica ainda mais divertida, possibilidade de massinha com gliter, sem perfume.

Benefícios: estimular a capacidade de criação e exercitar os movimentos mais detalhados dos dedos, ao amassar várias vezes a massinha.

Bolinha de sabão: Uma brincadeira mágica que não precisa comprar, uma receita bem básica com água, detergente e açúcar e está pronto para diversão.

wtxcadidocm-leo-rivas-micoud

Benefícios: incentiva os pequenos a direcionar o ar e controlar o diafragma.

Cabra-cega: Com uma venda nos olhos, que pode ser qualquer tipo de tecido, ela gira em torno de si mesma por algumas vezes e quando estiver pronta, tenta pegar alguém que estiver por perto, mas sempre de olhos vendados. A criança que for tocada pela vendada será a próxima cabra-cega. E assim sucessivamente até pegar todas.

cabra-cegaBenefícios: Estimula os sentidos, tato, audição e ainda o senso de direção da criança.

Esconde-esconde: para essa brincadeira, quanto maior o número de crianças maior será a diversão. Para começar, o eleito por todos contará até 20, com a cabeça e os olhos voltados para o tronco de uma árvore, um muro, entre outros, para não avistar o esconderijo dos demais. Na sequência, procurará um a um. Tive a experiência de conhecer a versão do esconde como dono de cachorro.

Funciona assim: os participantes são cachorros e o dono vai se esconder, contando até 20 ou conforme a combinação, saem a procura do dono, assim que o encontra o cachorro começa a latir e todos os outros se aproximam latindo como sinal de alerta. Legal né?! Aprendi em uma festa que fizemos a recreação, elas adoram.

esconde-esconde

Pega-pega: Uma das crianças será a que terá de correr atrás das demais, que poderão se proteger no esconderijo chamado de pique. Quem for pego, será o próximo a correr atrás dos outros participantes.

Benefícios: mobilizam as habilidades de perseguir e fugir além da motricidade.

pegapega

Chute a Lata: É uma versão mais elaborada do pique-esconde que é muito atraente para crianças desta idade, uma vez que suas regras são mais complexas. Coloque uma lata de café vazia no centro de um espaço aberto. Escolha um jogador para começar. Ele deve cobrir seus olhos e contar até 100 enquanto os outros jogadores se escondem para que ela comece a procura-los em seguida. Ao encontrar um jogador, ele deverá gritar seu nome e apostar corrida com ele até a lata. Se ele ganhar a corrida, o jogador encontrado dirige-se a uma área designada como a “prisão”. Uma vez que haja jogadores na prisão, qualquer participante livre pode tentar chutar a lata para liberta-los. Quando todos estiverem capturados, será a vez do jogador que foi preso primeiro.

chutalata

Benefícios: trabalha a agilidade, concentração e empatia entre as crianças.

Jogo UNO

uno

O Uno é um jogo de cartas, recomenda-se de dois a dez jogadores para jogá-lo, a partir de 7 anos de idade.

Objetivo: ser o primeiro jogador a ficar sem cartas na mão, utilizando todos os meios possíveis para impedir que os outros jogadores façam o mesmo.

Como jogar: Cada jogador recebe 7 cartas. O restante do baralho é deixado na mesa com a face virada para baixo e então vira-se uma carta do monte. Esta carta que fica em cima da mesa serve como base para que o jogo comece.

O jogador a esquerda do que distribuiu as cartas inicia o jogo, que deve seguir em sentido horário. Os jogadores devem jogar, na sua vez, uma carta de mesmo número, cor, OU símbolo da carta que está na mesa. Exemplo: se a carta inicial for um 2 vermelho o primeiro jogador deve jogar sobre ela um 2 (não importando a cor) ou uma carta vermelha (não importando o número). O jogador sucessivo faz o mesmo, dessa vez valendo como base a carta colocada pelo jogador anterior.

Ao jogar a penúltima carta, o jogador deve anunciar em voz alta falando “UNO”. Se não fizer isso, os demais jogadores podem obrigá-lo a comprar mais duas cartas. A rodada termina quando um dos jogadores zerar as suas cartas na mão.

Benefícios: raciocínio e atenção, atividade em grupo.

Luciane Brito

Empresária, dona da Gurizada Faceira e idealizadora do projeto de espaço kids itinerante onde atua atendendo a eventos sociais.

Tel (51) 98575 98090 (51) 33866782

[email protected]

Comente pelo Facebook

Leia mais!