20.out.2015

Como dar conta de tudo?

como dar conta de tudo_

Imagem daqui!

Não é novidade para nenhuma de nós que jogamos nas onze (ah se tivesse mais…) posições. Ao longo da vida vamos agregando funções e com isso agregando stress.

Se achávamos complicado lidar com a pressão do trabalho, quando começamos uma vida a dois, conclui-se que temos muito ainda a aprender. Os relacionamentos nem sempre são um conto de fadas. Somos todos seres imperfeitos em busca de evolução. E esta só se dá porque estamos aprendendo convivendo, uns com os outros.

Desta união nasce o mais belo dos presentes, o filho.  Já estamos falando agora de mais papeis: profissional, de esposa e o mais recente de mãe! Fora isso, queremos estar lindas e magras.

Como conseguir conciliar e dar conta de tudo? Bom como diz o velho ditado “a dor ensina a gemer” e vamos tentando fazer o nosso melhor.   Outro papel vem à tona: o de perfeccionista. Queremos manter a imagem de mulher maravilha e sermos perfeitas!

Se servir de consolo: não, você não precisa ser boa em tudo! ACEITAR que não damos conta de tudo, pode ser um bom começo.  Às vezes nós mesmos estipulamos como a melhor forma de fazer algo, pode não ser que não seja o melhor caminho. OUTROS PONTOS DE VISTA podem estar certos, abra-se para este novo olhar.

Contar com uma REDE DE APOIO, é um alento.  Desmistificar que o pai ajuda com os filhos. Pai tem que ser parceiro e assumir esta função. E nesta rede podemos (e devemos) incluir avós, tios, padrinhos, amigas… Todos que estiverem dispostos a abraçar a causa. Podemos nos surpreender com a solidariedade dos que nos rodeiam.

SABER O MOMENTO CERTO de investir em carreira, cursos ou filhos. Com os filhos muito pequenos nem sempre podemos nos doar para carreira. Com os filhos maiores há um entendimento e as negociações podem ser melhores administradas. BOM SENSO, e muito diálogo podem levar a um crescimento saudável de todos.

O que é primordial é ABOLIR A CULPA. Somos rainhas neste assunto. Como assumimos muitas coisas, sentimo-nos responsáveis por elas, e culpar-se é uma consequência. Avalie muito bem todos os passos, e quando se sentir segura, vá viver seu momento. Sem crises!

Viva todos estes papeis se assim o desejar, mas ESTEJA INTEIRA, em todos eles. Porque tempo é precioso e nem sempre excesso com nossos pequenos é sinônimo de qualidade. Aproveite cada minuto seu em todos os papeis assumidos e SEJA FELIZ!

 novacolunista_viviane

 

Comente pelo Facebook

Leia mais!