14.jun.2012

Confissões de uma jovem mãe

As mães de primeira viagem se sentem perdidas em tantas informações, dúvidas, pitacos.Agora imagina ser mãe de primeira viagem e ainda ser adolescente? 
Se você é ou foi uma jovem mãe com certeza irá se identificar com a Camila, autora do blog Confissões de uma jovem mãe . O preconceito por se mãe jovem ainda existe e não está com nada!


Uma das coisas que me chateou na minha gravidez foi o preconceito que sofri. Inúmeras vezes meu noivo teve que discutir com pessoas por falta de respeito. Sabe aquela pessoa que te olha diferente? Como se pensasse “Nossa, olha só essa menina, nem parou de brincar de boneca e já está grávida! Minha filha não será assim”.
Quando engravidei meu maior medo eram meus pais. Depois que contamos da nossa volta e da gravidez, veio então à preocupação com a escola. Minha escola era grande e tinha muitos alunos, além disso, estudava há 10 anos lá e todos me conheciam, já imaginava os comentários. Minha diretora pediu para que eu não contasse que estava grávida até a licença. Dá para acreditar? Mas eu não contei, fiquei tranquila quanto a isso, usava roupas grandes para não mostrar a barriga, lembro que um dia quase morri de calor e não podia tirar a blusa de frio. #queraiva
Até hoje ainda passo por isso! Em alguns lugares que vamos com o Murillo, frequentemente percebo mães olhando com cara feia, inclusive me apontam para a filha como se fosse um mau exemplo, sabem?
Para minha surpresa o pior não foi a escola e sim todos que não sabiam NADA da minha vida, que nunca tinham me visto, comentando sobre a minha barriga, sobre a minha idade, sobre o meu relacionamento sem saber, apenas julgando as aparências. Isso me deixava com uma raiva tão grande, que cada vez que eu percebia alguém me olhando tinha vontade de mostrar o dedo (aquele dedo que você pensou mesmo). #queraiva2 
E foi assim que surgiu a minha revolta de PRECONCEITO com jovens mães! Eu não entendo por que as pessoas julgam quem não conhecem, simplesmente pelo prazer de falar da vida alheia. Infelizmente passei por momentos de tristezas e revolta quando, na verdade,  era para ser a melhor fase da minha vida. Porém aprendi e cresci muito com isso.
E vocês meninas já sofreram algum preconceito? Contem-me…quero saber a história de vocês.

Camila

Comente pelo Facebook

Leia mais!