8.mar.2017

Desafio Mente Magra #ZeroGorduraTrans

Oi oi gurias, hoje Camila Lumertz que é nutricionista e coach está mais uma vez trazendo um DESAFIO para as leitoras do Blog, quem está dentro? 0/

jamie-street-94242

“O desafio desse mês será evitar ao máximo possível a maléfica gordura trans presente nos alimentos industrializados!

Claro, a nutri entende que hoje em dia com a correria da rotina entre cuidar dos filhos, da casa e do trabalho é muito mais fácil você comprar produtos prontos que economizem seu tempo na cozinha. Mas olha lá heim, porque você pode estar economizando não só o tempo, mas economizando também a saúde da sua família pelo excesso de produtos processados e ultraprocessados. Você pode, com certeza, melhorar muito a qualidade da alimentação e retirar da lista de compras um monte de industrializados completamente desnecessários.

Isso exige sim um pouco mais de dedicação e planejamento com as compras, mas trazem benefícios incontáveis para a sua saúde e para a saúde daqueles que você ama. Você sabia que a gordura trans é um tipo de Frankestein dos óleos vegetais ou seja, uma versão piorada daquilo que já é ruim!

Inclusive é interessante ressaltar que os alimentos com gorduras trans foram “proibidos” nos Estados Unidos no final de 2013 pela FDA, o órgão que controla os alimentos e medicamentos naquele país.

Então, mas você sabe por que a indústria se beneficia dessa gordura trans nos alimentos e porque ela faz tão mal?

Bom, para você entender, a gordura trans é uma gordura artificial, produzida a partir de óleos vegetais (milho, soja, canola, etc…) que são hidrogenados pela indústria, deixando de ser líquido na temperatura ambiente e tornando-se sólido. É aí que eles ganham o nome de gordura vegetal hidrogenada. A indústria usa para aumentar a crocância, consistência dos alimentos, além de aumentar a sua durabilidade, ou seja, o tempo de prateleira e ainda poder diminuir o custo de venda.

Porém essa “vantagem” da gordura trans é somente para o mercado mesmo porque para a nossa saúde elas são beeeeem prejudiciais! Elas danificam seu metabolismo, prejudicam seu emagrecimento inflamando seu corpo, podendo com o tempo contribuir para o desenvolvimento de diabetes, obesidade, ataques cardíacos, entre outros malefícios. Elas aumentam o colesterol ‘’ruim’’, o LDL e diminuem o colesterol bom, o HDL, além de contribuir para o aumento da gordura localizada.

E tem mais, a indústria não joga para perder, tem vários alimentos que dizem que NÃO CONTEM GORDURA TRANS, mas contém sim e você quer saber como descobrir isso e não ser enganado pela indústria alimentícia?

Você deve olhar no rótulo, na lista de ingredientes, se estiver escrito: gordura hidrogenada ou gordura parcialmente hidrogenada, é gordura trans e ponto final!

Querem exemplos do que vocês podem cortar na rotina alimentar de vocês e ganhar mais saúde?

Maionese, nuggets, molho pronto, salsicha, salgadinhos, bolachas recheadas, refrigerantes, comidas congeladas, sucos em pó, cereal matinal, biscoitos, temperos industrializados, molhos de salada, bolos prontos, frituras em geral…

Em breve vou postar umas receitinhas alternativas para ajudar você nessa caminhada rumo a alimentação saudável.

Mas agora é com vocês, listem aqui em baixo os 3 alimentos industrializados que você geralmente consome demais e que você vai, a partir de agora, decidir cortar da sua alimentação e da alimentação da sua família para entrar no desafio com a gente e favorecer o seu emagrecimento e a sua saúde!

Para mais dicas curtam a minha fan page Nutricionista e Coach Camila Lumertz

Beijos da Nutri Camila

 

Comente pelo Facebook

  • Michelle

    Já faz tempo que tento evitar “alimentos” processados e industrializados em geral. Existem muitas alternativa, mas claro que dão um trabalhinho a mais… o que não uso de jeito nenhum são aqueles temperos prontos (como caldos e outros pozinhos), molho de tomate pronto, macarrão instantâneo, sucos em pó ou néctar e salsicha.

Leia mais!