27.fev.2013

Dicas para Adaptação na Escolinha

Ser mãe é bom demais, cuidar do filho, amar, educar, ensinar, faz parte de nossa responsabilidade como mãe/pai. Mas chega uma hora que nossos filhos têm que ir para escolinha, seja porque acabou a licença-maternidade, ou por escolha da mãe, para socializar, fazer amigos e aprender!
Sair de baixo da saia da mãe para a escola é mais um cordão umbilical se rompendo. O post de hoje é especial para você enfrentar essa “separação” com tranquilidade e sem traumas para o pequeno, nem para a mãe!
Primeiramente, temos que ter certeza que queremos essa mudança, pois a mãe tem que estar SEGURA para passar segurança para o(s) filho(s)! E para estarmos seguras temos que ter certeza que a escola é a melhor escolha para nossos filhos para confiarmos! Se não tens confiança na escola vai ser difícil! 
O que devemos observar na hora da escolha da escola:
  • quantos cuidadoras por criança,
  • a limpeza das salas e escola,
  • infra estrutura da escola,
  • espaço da cozinha e higiene,
  • organização da escola,
  • carinho das cuidadoras com as crianças,
  • a rotina da escola é parecida com a rotina da sua casa.
Ah, não esqueçam de ver se tem piscina e se ela é cercada, todo cuidado é pouco com piscina e crianças. Se informar se eles têm convênio com algum serviço de pronto atendimento às emergências?
Perguntem todas as duvidas que tiverem, conforme a necessidade de vocês. Caso você seja contra T.V. para as crianças, pergunte sobre isso para não ter surpresas desagradáveis.
Se você está segura com a escolha da escola, essa experiência será maravilhosa, seu filho estará sendo bem cuidado, amado e educado! A escola permite que seu filho vivencie experiências novas, aprenda brincando, por meio de interação com outras crianças e adultos, desenvolverá capacidades novas, e você poderá trabalhar tranquila!
Vamos as dicas:
– PARTICIPEM DA ADAPTAÇÃO: fiquem na escola no processo de adaptação. É muito importante que em caso de choro, nós estejamos por perto para dar colo e passar segurança.
– AMIZADE: Façam amizade com os outros pais, conversem durante a adaptação, isso diminui muito a nossa ansiedade, além de ganharmos amigos, eu conheci muitas amigas na adaptação, afinal estávamos todas no mesmo barco.
– CULPA NÃO: Independente do motivo de seu filho estar na escolinha não se culpe, se tens que voltar ao trabalho, ótimo! Se precisa de um tempo para você e acha que está na hora dele conviver com outras crianças e aprender, ótimo! Você sabe o que é melhor para vocês, não escute pitacos alheios!
– FALAR A VERDADE: expliquem para a criança que vocês vão trabalhar e que depois voltam para buscar, mesmo que seu bebê seja novinho, fale, ele entenderá. 
– CHORO FAZ PARTE: seja o nosso choro ou o deles. Se estiver emocionada, insegura, chore no banheiro, não chorem na frente do filho(pelamordeDeus). Tentem diferenciar choro de manha, e o choro por algum motivo real, nenhuma mãe gosta de ver o filho chorando, mas saiba que faz parte, e logo ele está adaptado a escolinha.
– OBJETOS DE SEGURANÇA: nos primeiros dias leve um objeto que deixe seu filho mais seguro, seja uma fraldinha(cheiro), o bico(chupeta), um bichinho/ boneca/carrinho, deixe na mochila que a professora poderá dar para ele em caso de choro,
– FAÇA FESTA: “faça festa”, demonstre alegria quando falar da escolinha, fale dos amigos, das professoras, ele vai se sentir seguro e feliz!

– NÃO ATRASE: Tem coisa mais chata do que quando os coleguinhas vão indo e você vai ficando para o final. Tente chegar na hora certa!– ESCOLA AMIGA: seja amiga das professoras, sempre que tiver duvidas pergunte, escreva na agenda, ligue para a escola. Nunca fique com duvidas!

– PACIÊNCIA: cada criança tem seu tempo de adaptação, algumas não vão chorar, outras poderão chorar por um tempo… mas no final tudo dá certo!

Gostaram, mamis? Vocês tem mais algumas dicas? Compartilhem conosco!
Beijos
Angi

Comente pelo Facebook

Leia mais!