20.nov.2014

Dicas para mães sem tempo, terem mais tempo para seus filhos

tempo_qualidade

Tempo para fazer tudo e ainda dar uma atenção de qualidade e que os filhos merecem , certamente, é um grande desafio para todas as mães. Meu filho é um um menino saudável de 10 anos que está cursando a 4ª série. Ainda é uma criança, mas também um pré-adolecente e estar atenta e deficar tempo para acompanhar esta fase dele é fundamental para que entra da melhor forma possível na fase de transformações profundas que é a adolescência. E os desafios enfrentados por nós em relação ao relógio não está sendo tarefa para qualquer uma que trabalha, administra uma casa e a vida dos filhos.

Queremos que comam melhor, que façam esportes, inglês, dança, natação, etc. Ufa! Haja tempo, disposição e energia para tanta atividade. Essa crença do “tem que” que acabamos comprando dessa sociedade atual está nos levando a uma carga de estresse violenta. E é estresse mesmo e não cansaço. Cansaço e quando acordamos de manhã e temos vontade de dormir mais um pouco. O estresse é quando realizamos uma determinada atividade e não percebemos nenhum sentido. Existe uma cobrança externa intrínseca nos dias de hoje de que temos que fazer muitas coisas e sermos “multitarefas”. Pior, estamos colocando nossos filhos no mesmo caminho. Estrada perfeita para ansiedade ou depressão. Esquecemos de uma pergunta fundamental e básica: o que nossos filhos querem? Será que eles estão dispostos a tudo isso? Nós mães, acreditamos que eles querem o máximo a nossa presença e a partir daí nos culpamos por não estarmos com eles a maior parte do tempo possível. Uma vez, meu filho disse que precisava de ajuda para fazer algumas contas muito básicas de matemática. Fiquei surpresa ao ouvir aquilo, pois eram de fato contas muito simples. Perguntei a ele: “Filho, tu queres ajuda ou só companhia? No mesmo momento ele respondeu: Quero só companhia, mãe. Fica aqui comigo. O que nossos filhos querem de nós? Simplesmente atenção, carinho e amor. Pouca coisa mais. Não existe fórmula mágica, mas compartilho aqui com vocês algumas estratégias que uso no meu dia a dia para organizar o meu tempo e o tempo que tenho com meu filho:

1) Procure concentrar a maior parte do teu trabalho no turno escolar da criança;

2) Investigue quais as atividades que mais dão prazer ao seu filho; Pergunte.

3) Reserve na agenda 1h por dia para dar atenção focada e exclusiva para seu filho;

4) Se você tem guarda compartilhada, reserve 2 h dos seus dias da semana para atendê-lo com qualidade.

5) Não entenda essas dicas como regras absolutas. Importante é que você reseve um tempo, mesmo que pouco, mas focando a qualidade e exclusividade.

Mileine Vargas

Mileine Vargas é coach para mulheres com formação em Coaching Generativo e em Programação Neurolinguística completa no Brasil pela Escola Livre, Practitioner pela Universidade da PNL na Califórnia e eventualmente dará dicas para as leitoras do Blog Mãe de Guri!

Comente pelo Facebook

Leia mais!