13.nov.2020

E se … Como idealizar uma situação que não ocorreu pode estar te evitando de lidar com uma frustração.

Oie gurias!

É com muita alegria que venho apresentar mais uma colunista do Blog Mãe de Guri, a Francine Simon, que é psicóloga clínica e também minha prima! Ela faz atendimentos online, então se vocês estão procurando uma psicólogapara chamar de sua, eu recomendo.

A Francine tem um instagram com muitas reflexões acerca dos sentimentos e da vida, sigam —> @psico.francinesimon

E se

… eu tivesse aceitado aquele emprego ao invés desse?

… eu tivesse estudado mais pra prova?

… eu não tivesse falado aquilo na reunião?

… eu tivesse terminado antes?

É mais fácil idealizar uma situação que não aconteceu, do que lidar com a possível frustração do que está acontecendo.

É totalmente normal e esperado que em momentos de frustração ou tristeza, recorramos a situações alternativas a que vivemos para tentar encontrar conforto.

Mas e quando esse “e se..” vira uma prisão e só conseguimos olhar para o passado para não encarar o que está difícil no hoje?

Quando vivemos uma situação que deu errado, é importante olhar pra trás, aprender com o que aconteceu e realmente avaliar “e se”, porque ali podem ter vários aprendizados importantes.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mas, normalmente essas situações alternativas que imaginamos têm um final bem mais feliz do que a que estamos vivendo agora. Porque elas não são reais. Na imaginação tudo é mais idealizado e os problemas que surgem no caminho não são imagináveis.⠀⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀⠀

* E se eu tivesse escolhido outro emprego…poderia estar infeliz, ter tido burnout ou estar ganhando pouco.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

* E se eu tivesse estudado mais pra prova…poderiam ter caído questões totalmente diferentes e eu ter ficado muito cansada e não conseguir me concentrar.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

* E se eu tivesse terminado antes…poderia ter sido pior, ter ficado muito mais triste e ter voltado.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

* E se eu não tivesse falado aquilo na reunião…poderia ter falado outra coisa pior.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Enfim, as possibilidades são infinitas.

A questão é, o que está te chateando no agora que te faz idealizar tanto uma situação que não existe? Quem sabe esse trabalho, namoro, faculdade… precisa ser olhado com mais qualidade, pois o problema está aí.

Quando olhamos para o que realmente nos incomoda, conseguimos pensar em possibilidades reais de transformação!

Francine Simon – Psicóloga Clínica

Comente pelo Facebook

Leia mais!