28.abr.2016

#EquipeThomas: Atos de Bravura, o exemplo que damos e a influência sobre nossos filhos

CBGROUPHI149 POST4Oi gurias,

Chegou a hora de mais um desafio a semana ao lado de Thomas e Seus Amigos, vamos lá! Já falamos sobre a importância da amizade, sobre o espírito esportivo e hoje é dia de debatermos sobre a BRAVURA!

Bravura é um valor? Está relacionado à coragem? É uma característica de personalidade? Pode ser desenvolvida?

Nossos filhos acompanham diariamente aventuras de super-heróis; lêem e ouvem estórias de personagens valentes que lutam contra malfeitores e defendem os mais fracos. Como eles se sentem em relação a isso? Reconhecem e admiram suas qualidades? Desejam imitá-los? Acho que sim. Envolvidos por toda a fantasia destas criações, eles também se sentem fortes e poderosos.

Por aqui os guris estão em fases diferentes, o Antônio se define como tamanho médio e se acha super-corajoso, não que ele não tenha medo, mas ele quer dominar o medo, quando o tem. Já o Caetano se diz ainda bebê e está numa fase que sente muitos medos – do escuro, de barulhos, do desconhecido – e ainda não sabe lidar com esses medos.

Acho que não se ensina bravura para as crianças, mas através do exemplo e da maneira como os orientamos a enfrentar as dificuldades, desenvolvemos neles a capacidade de superar as próprias limitações.

Todos temos nossos medos, seja de barata, de altura, da violência que está cada dia pior e coisas assim. Mas é muito importante, saber enfrentá-los. E isso os ajudará a enfrentar diferentes situações na escola, na rua, na vida.

Não podemos colocar nossos medos nos filhos, e também temos que aprender a lidar com eles, para que por meio das nossas palavras e principalmente nossas atitudes aprendam que o medo faz parte, mas que temos que dominá-los!

Até vou contar uma história para vocês. Tenho muito, muito, muito medo de barata! Nós moramos no térreo, então no verão acontece de alguma barata voadora aparecer aqui em casa. Numa noite, quando o marido estava viajando, apareceu uma barata na sala. A vontade que eu tinha era de subir no sofá e gritar, até que alguém a matasse, mas não havia ninguém para matar e tão pouco eu gritaria com medo de barata na frente dos guris. Não queria que todos se desesperassem. Então fiquei de olho na barata, pedi para o Antônio pegar uma vassoura, e a matei… O Antônio me ajudou. Claro, até hoje ele diz que foi ele quem matou a tal barata. Lógico que eu morri de medo/nojo, mas pior do que uma barata morta, é ver uma barata na sala e nunca mais achá-la, então reuni minhas forças, criei coragem e enfrentei.

Por mais que eu falasse que eles precisam ter coragem para enfrentarem seus medos, o resultado proporcionado pelo exemplo é muito maior.

E vocês, como vocês têm ensinado a bravura para o(s) seu(s) filho(s)?

Desafio4

Medos de barata a parte, esses meninos me surpreenderam quando superaram o “medo” de brincarem sozinhos. Por aqui eles sempre queriam que eu brincasse junto e não podia ficar longe nem um segundo, agora brincam entre eles, nem lembram que eu existo. rs E nessas horas eu consigo fazer as minhas coisas, ou coisas da casa…

Já que estamos falando de momentos de Bravura, também apresentamos pra vocês o Yong Bao, novo amigo de Thomas que é originalmente da China e que se destaca por seu jeito atencioso e confiável! Ele é ágil para lidar com acidentes e salvar seus passageiros de situações difíceis, por isso, se destaca pela bravura e as crianças aprenderão muito com ele!

Vamos participar do desafio da semana?

Yong Bao está na fanpage e website de Thomas nos chamando para compartilharmos fotos e vídeos de momentos de coragem de nossos filhos! Para participar é simples, basta acessar esse link –> http://po.st/TeamThomas1 e enviar suas fotos/vídeos, quanto mais fotos compartilharmos, mais rápido o Yong Bao chegará ao seu destino e novos aplicativos e prêmios serão liberados!

Beijos

Angi

#TeamThomas #EquipeThomas #ThomasESeusAmigos #Mattel #AGrandeCorrida #ThomasandFriends #publi

Comente pelo Facebook

Leia mais!