13.out.2011

Every little thing!!!

O dia das Crianças foi muito bom!
A noite foi bem caótica, Antônio acordou as 3:30 da manhã, e quem disse que queria dormir de novo?
Ele ainda nem entende o que é Dia das Crianças, então não estava ansioso por esse dia, e sim ansioso em conhecer o mundo e vivenciar muitas novas experiências! Os dias tem sido assim mesmo, conhecendo novos espaços do condomínio e fazendo amiguinhos, claro que os bebêzinhos, entende-se até os de 1 ano, ele não quer saber. Tonico quer brincar com os meninos grandes, com pião, com bola de futebol oficial, e por aí vai. Só que adivinhem? Os grandes não querem brincar com os bebêzinhos, entende-se o Antônio, e eu fico na volta do guri, tentando convencê-lo de que a areia do parquinho, ou as pedrinhas são mais interessantes que esses pequenos meninos grandes.
Meus dindos, que são os melhores desse mundo, nos convidaram para almoçarmos com eles, e depois daquela noite, eu bem que estava com vontade de ficar em casa, porque na hora que íamos sair, o guri resolve querer dormir, e se eu bem conheço esse nenê, ele iria até umas 14 ou 15 horas dormindo. Ao sairmos de casa, ele acordou com aquela cara de sono e mau humorado, e foi assim até chegarmos na casa dos meus dindos. Lá tinha uma criançada, e aos poucos ele foi se enturmando, mas a cara de sono, igual a minha quando não durmo bem, estava lá. Mamou e não dormiu, comeu churrasco como gaúcho da fronteira, e cuspiu a batata, só queria carne mesmo. Revi alguns amigos, e falei com outras pessoas, é tão engraçado, mas o fato é que não vejo muita gente diferente e quando vejo, me pego falando praticamente só do guri.rs Ainda bem que fomos, foi o dia das crianças mais especial dos últimos tempos…
Depois do almoço maravilhoso, fomos na casa dos meus sogros, e Antônio se divertiu muito. A vovó “contou” histórias, mas Toni não queria saber de ficar sentadinho escutando…assistimos jogo de futebol,tomamos chimarrão e quase dormi no sofá da sogra de tão cansada que estava. E o bebê dormiu um pouco no colo da vovó, que ficou toda faceira.
Fomos para a casa, mas ainda faltava ver uma pessoa muito especial, era tarde já, umas 18:30, mas resolvemos visitar a dinda dele. Já falei que eles se amam, se dão super bem, e ele ri de longe para ela. Foi o máximo, pois ele se diverte na casa da dinda, tem carrinhos da coleção do irmão dela que se estatelou escada abaixo, tem brinquedos do tempo do epa…e ele adora! Sobe e desce a escada com a dinda, toca longe os enfeites da mãe dela e por aí vai, mas na casa da dinda pode, segundo a própria.
O dia foi maravilhoso e aproveitamos todos os momentos, e com certeza posso dizer que a felicidade está nas pequenas coisas!
Como foi o dia das crianças aí ?

Posso com esse sorriso??

p.s.como estão elogiando a camiseta, ela é da Boniticos!

Comente pelo Facebook

Leia mais!