23.maio.2013

Exercícios físicos sim! Por mim, pelo Guri!

Imagem feita por Bárbara do SETE CORES Atelier!

Quando nos tornamos mães, esquecemos de nós e passamos a nos dedicar ao nosso filho. É inevitável, é instinto, temos um filho, um coração que bate fora de nós. Já falei semana passada, sobre a minha volta à academia, o quanto foi importante para minha saúde, minha autoestima. Hoje vou falar sobre como esse tempo foi fundamental para me tornar uma mãe melhor!
Lembro-me de, algumas vezes, minha mãe falar que queria assistir a algum programa ou filme “em paz”. Eu achava tão exagerado quando ela falava assim, até parecia que não tinha paz. O mais engraçado é que hoje me pego falando igual. Às vezes só queremos um pouco de silêncio, um tempo para pensarmos em nós, olharmos para dentro, respirar fundo e organizar idéias e pensamentos. Um tempo para nos reencontrarmos com nosso lado mulher, para sermos nós mesmas – de novo.
Como sou mãe em tempo integral, o tempo que encontrei para ser eu, para olhar para mim, foi a ida à academia, passeios de bike, ou mesmo uma caminhada na beira mar no final do dia. Muito mais do que atividade física, era o tempo que podia ser apenas eu, e pensar no que bem quisesse, sem ficar com minha “antena” de mãe ligada a todo o momento.
O exercício físico libera, no cérebro, substâncias que proporcionam a sensação de paz e relaxamento. São as endorfinas, que são liberadas aos poucos desde o início da atividade física, dando sensação de bem estar e prazer. É isso mesmo, hormônios do prazer + melhora da auto estima que a atividade física nos dá = felicidade!!
O mais importante é encontrar o tempo,vencer o cansaço e a culpa por nos separarmos alguns momentos do bebê para pensarmos em nós. Isso é fundamental. Nosso bem estar vai se refletir no do nosso filho, portanto quanto antes retomarmos a rotina de atividades físicas, melhor para todos!
Sei que é fácil falar, que na pratica não é tão simples mudar hábitos, mas compartilho com vocês algumas dicas que funcionaram comigo:

* Procure praticar uma atividade que goste, e seja mais apropriada para essa fase do pós parto, tais como: caminhada, pilates, ioga, natação, hidroginástica, alongamento, musculação, em intensidade moderada;
* Prefira uma academia perto de casa, ou do trabalho, para que não perca tempo no deslocamento e não seja motivo de faltas;
* Se você não tem com quem deixar o bebê, caminhe com o filho no carrinho mesmo, coloque um tênis e ande nas ruas, praças, será uma atividade prazerosa para mãe e bebê;
* Se estiver amamentando, amamente antes de se exercitar evitando o peito aumente e atrapalhe os exercícios;
* Se você faltou um dia, tudo bem, não é o fim do mundo, nem motivo para desistir; compense no dia seguinte!

Nos sentirmos mulheres de novo é uma questão de necessidade. Afinal, não somos só esposas, mães e donas de casa. A gente precisa se reencontrar…é tão BOM!
E vocês gurias, quando voltaram a praticar atividade física? Vocês têm mais alguma dica para praticar atividade física e não desistir?
Beijos, Angi

 

Comente pelo Facebook

Leia mais!