25.nov.2013

IMPORTÂNCIA DA NUTRICIONISTA NA GESTAÇÃO!

A gestação é um período mágico e de muita mudança. A natureza modifica o corpo e a mente para transformar a mulher em mãe.

E dai vem a grande questão, em qual momento da gestação é importante cuidar da alimentação?

importancia_nutri

Após 7 a 10 dias da fecundação o sangue da mãe começa alimentar o filho. É o momento de deixar de lado o que gosta de comer para colocar em prática o que é necessário comer. É importante que você, futura mãe, entenda a importância da alimentação nesse período.

O 1º trimestre é de extrema importância para a formação do bebê. É uma fase de intensa divisão celular. O estado nutricional da mãe antes da gestação é essencial para garantir nutrientes necessários para que essa divisão celular aconteça de maneira adequada. Neste período não é necessário aumento calórico e sim seguir uma alimentação saudável

No 2º e 3º trimestre da gestação, o ganho de peso adequado no período gestacional, a ingestão adequada de nutrientes, o controle do fator emocional e o estilo de vida serão determinantes para o desenvolvimento e crescimento normal do feto. Neste período é necessário manter rigidez na qualidade alimentar e aumentar as necessidades energéticas, que é individual de cada gestante.

Existem alguns mitos na alimentação das gestantes. Um mito muito forte e ainda presente é a certeza de que a gestante precisa comer por dois, na verdade precisa ter nutrientes por dois. O ganho de peso excessivo na gestação está relacionado com o nascimento de bebês muito grandes, diabetes gestacional, aumento da pressão arterial durante a gestação/parto e em alguns casos necessidade de parto cesárea.

O bebê recebe todas as influências alimentares da mãe durante a gestação através da placenta, portanto podemos ter uma noção se o bebê terá risco ou não de deficiências nutricionais e alergias alimentares na infância pela avaliação do comportamento alimentar da mãe. Qualquer intervenção nutricional nunca é tardia para um melhor estado nutricional da mãe e do bebê.

Orientações Nutricionais:

– A dieta da gestante deve ser variada, colorida, equilibrada e moderada.

– Uma desintoxicação suave no inicio da gestação pode ser necessária , dependendo do histórico , e é importante para diminuir os níveis de substâncias que podem ser nocivas à mãe e ao feto (medicamentos e metais tóxicos). Entretanto, o acompanhamento de uma nutricionista é essencial a fim de que seja feito de forma adequada.

– Manter a cloridria na gestante é importante para garantir a absorção de vitaminas e minerais, principalmente a de cálcio. Cloridria é quando as taxas de ácido clorídrico estão normais no estômago e isso facilita a absorção de nutrientes. Quando a gestante apresenta hipercloridria ou hipocloridria a digestão e absorção ficam prejudicadas e pode causar até o sintoma de náuseas e vômitos.

– Restringir os alimentos que são alergênicos para a gestante, faz com que a absorção de nutrientes melhorem e evita que a alergia da mãe passe para o filho.

– Um intestino saudável é importante para evitar constipação, alergias e auxiliar na absorção de vitaminas e minerais. O uso de probióticos é imprescindível.

– Evitar dietas hipocalóricas na gestação, pois as dietas com poucas calorias prejudicam o desenvolvimento e a produção de leite futura.

– Em relação à cafeína, se o consumo for moderado e se a gestante tiver já o hábito do consumo, não há riscos a predisposição de abortos ou partos prematuros. A recomendação máxima de cafeína é 225 mg/dia, o que equivale aproximadamente 3 xícaras de café ao dia.

Desejo a todas uma gestação “funcional”, cheia de nutrientes, boa saúde e muita alegria.

Bom parto a todas!!

Jociane Catafesta {(51) 92177611}
CRN2 6376
Nutricionista Funcional
Personal Diet (Gestante, Pós Parto, Baby e Familiar)
Mestre em Gastroenterologia/UFRGS
Aperfeiçoamento em Nutrição Infantil
Fan Page: Consultório de Nutrição Jociane Catafesta 

Comente pelo Facebook

Leia mais!