3.mar.2016

Inglês: qual a idade ideal para seu filho aprender?

Hoje em dia é muito importante falar outra língua, não só pela questão profissional, mas para entender músicas, assistir a filmes. Eu estudei inglês quando pequena, na época não dava muito valor, mas quando fiz um intercambio voluntário para o Canadá, vi que fez toda diferença. Eu não falava inglês fluente, mas eu tinha uma base, e em pouco tempo estava falando e entendendo tudo. Mas quando será que é a idade ideal para que nossos filhos aprendam outra língua?

Segundo Sylvia de Moraes Barros, diretora e especialista do THE KIDS CLUB, nós nascemos com o cérebro pronto para aprender línguas, quanto antes desenvolvermos essa habilidade, melhor. Sendo assim, a idade ideal é entre 2 a 5 anos, pois nesta fase as crianças tem muita facilidade e com o tempo essa vai se perdendo.

Os especialistas defendem que o estímulo ao cérebro infantil também traz vantagens cognitivas importantes: melhora o raciocínio; a capacidade de concentração e de memorização; ativa as conexões cerebrais e faz até com que a criança passe a usar melhor sua primeira língua.

Mas é importante que o aprendizado aconteça de forma adequada, fazendo com que o cérebro da criança use os mesmos mecanismos que usou ao aprender sua primeira língua, para aprender a segunda, ou seja, de maneira lúdica e dentro de um contexto compreensível a ela. Isso é o que chamamos de “aprendizado natural”. E porque é importante? Porque é a forma mais eficiente, segura, e divertida de se aprender um novo idioma!

O THE KIDS CLUB é uma rede líder mundial em franquias de ensino para crianças a partir de dois anos de idade. Com um método desenvolvido por uma mãe pedagoga que ao ensinar francês para sua filha e amiguinhas, percebeu a facilidade que aprendiam aos 3 anos. Essa mãe se especializou em crianças, proporcionando um aprendizado lúdico e muito divertido! Atualmente tem cerca de 600 franquias espalhadas na Europa, Ásia e América do Sul. Está no Brasil desde 1994 com mais de 100 franquias em diversos estados e no Distrito Federal. A rede também firma parcerias com escolas, terceirizando o ensino de idiomas e levando para as salas de aula seu método e profissionais capacitados para o ensino específico do inglês para crianças.

Como funciona o método?

As aulas podem acontecer de 2 a 5 vezes por semana, e são ministradas 100% em inglês, por professores fluentes e treinados, com metodologia própria, estruturada e adequada para as diferentes necessidades de cada faixa etária. Também possui aulas especiais como teatro, músicas, computação, culinária, brincadeiras ao ar livre, projetos e leitura de livros, atividades temáticas, etc…

Hoje vou compartilhar 5 MITOS e VERDADES sobre o bilingüismo!

A alfabetização bilíngue gera confusão com a língua materna? MITO! O cérebro humano é capaz de aprender diversos idiomas e armazená-los de forma que cada um seja acessado independentemente quando estimulado. O que acontece é que, durante o processo de aprendizado, a criança pode misturar dois idiomas em uma mesma frase, mas não é porque está se confundindo, mas porque está aprendendo da forma correta, essas trocas fazem parte do processo natural de aprendizado. Com o tempo, o aluno aprende a usar cada idioma separadamente.

Aprender inglês na infância evita o sotaque? VERDADE, pois o aparelho fonador (boca e língua) da criança ainda está em formação e, por isso, é capaz de reproduzir qualquer som, que permite a perfeição na pronúncia. Conforme o tempo passa, esta capacidade se perde.

Há conflitos gramaticais em aprender duas línguas ao mesmo tempo. MITO! Não, pois cada idioma tem suas regras gramaticais que são ensinadas separadamente. Em uma escola bilíngue, como o nome diz, ensinam-se duas línguas. Portanto, a gramática de português é ensinada em português, e a gramática de inglês, em inglês.

É mais difícil esquecer a segunda língua quando ela é aprendida na infância. VERDADE, se o aprendizado é feito de forma apropriada e natural, o conhecimento pode ficar adormecido, mas não é esquecido!

Crianças bilíngues têm atraso no desenvolvimento da fala? MITO! Isso depende muito da criança. Algumas crianças de pais que falam dois idiomas diferentes podem demorar um pouco mais que o normal para começar a falar, mas, quando começam, falam os dois idiomas fluentemente.

Gurias, o aprendizado de idiomas é a melhor e mais saudável forma de se estimular o cérebro de um ser humano. Inclusive existem pesquisas que comprovam até que pessoas bilíngues tem menos chance de ter doenças mentais na terceira idade. Aproveitem que a infância é a melhor época para se aprender idiomas.

E seus filhos, estudam inglês? Já pensaram nisso?

Site: www.thekidsclub.com.br

Beijos

Angi

publipost_MDG

Comente pelo Facebook

Leia mais!