22.mar.2012

Mãe morena e crespa x filho loiro e liso, pode??

Sempre achei bobagem as diferenças físicas de mãe para filhos, ou pai para filhos.
Lembro de “sofrer” com isso na escola, pois os colegas, professores sempre queriam saber com quem éramos parecidos fisicamente.
E como sou filha adotiva eu não sou parecida com ninguém, sempre me falaram que era parecida com minha mãe, eu gostava de acreditar, hoje em dia até acho que sim, por sermos altas, morenas, enfim, mas isso é algo que não importa para mim. Não se é mais mãe ou menos mãe por ser parecida com o filho.
Claro que no meu inconsciente eu queria que o Antônio fosse a minha cara, não queria passar por tudo que passei na infância com meu filho. Mas eis que o guri nasce alemão como o pai e família dele, e com um dos cabelos mais lisos que eu já vi. A coisa mais linda do mundo, não tinha nem sobrancelha de tão alemão.
Acham que me importei, que pensei e fazer uns cachos no guri?
Claro que não!
TODO FILHO É LINDO, PERFEITO e ainda muito parecido com a mãe e o pai, mesmo não sendo parecido fisicamente. É parecido no modo que sorri, parecido no jeito de olhar, ou de pentear os cabelos, parecido no jeito de andar ou de falar.
As pessoas deveriam parar de olhar tanto para a aparência, deveriam observar o que a pessoa é por dentro, suas qualidades, sua personalidade, como ela é de verdade!
Sim, eu sei que o Antônio não é a minha cópia, nem a cópia do pai dele, ele é ELE MESMO!
E ter que ouvir em uma festa de aniversário que o meu filho não é meu filho e sim uma amiga minha que estava junto que é loira chega a ser ridículo. E ter que repetir algumas vezes para a pessoa acreditar que é mesmo meu filho, chega a ser mais ridículo!
Mãe é quem cria, mãe é quem educa, mãe não faz cópia de si para criar. Mãe pode ser a tia, pode ser a avó, mãe pode ser uma irmã. Os filhos não nascem só no ventre, nascem do coração e da vontade de Deus.
O que vocês acham disso?
Já passaram por uma situação dessas??

Comente pelo Facebook

Leia mais!