24.jan.2017

Organização dos materiais da escola

Olá queridas mamães! O ano começou e, com ele, listas e mais listas de coisas para fazer, pagar, etc… e, dentre elas, a do material escolar das crianças!!! Contudo, a cada ano vamos acumulando tooooodos os trabalhinhos dos nossos amados artistas – até mesmo aquele rabisquinho, que ficou tão lindo – além, do material escolar que toma um espação, né gente?

Então, quem sabe primeiro organizamos os materiais antigos (descarte e reordenação) para depois, acumular mais um monte de coisas durante o ano?! O mais importante neste tipo de organização é trabalhar o DESAPEGO, pois sabemos que tudo que nossos pequenos fazem, são extremamente valorosos para nós…mas, também, não podemos guardar TODOS os desenhos, trabalhos, cadernos, etc… 

Então vamos lá, dicas de como fazer:
1) Comece pelo material do ano que passou: está mais fresquinho na memória tudo o que o pequeno fez e, vai ser mais fácil descartar. Não dá para guardar tudo, (caderno, folhas, trabalhos) …vá olhando um a um e descarte o que for sem um significado maior…sem dó nem piedade! 

2) “Mas, o que descartar? Tudo é lindo!!!”  Sim, tudo é lindo, mas aquele rabisco no papel que ele fez e tu nem sabe quando foi, adianta guardar? Eu faço da seguinte forma: quando eles me dão algo que fizeram especialmente para mim, eu coloco o nome (porque tenho dois filhos), a data e, se for um momento que tenha significado pessoal coloco também e, guardo na pastinha dos desenhos do dia-a-dia!

3) Trabalhos da escola: guarde o que realmente é um trabalho diferenciado. Meu maior tem 08 (quase 09) está indo para o 4º ano, o que ele tem de trabalhos da escola (desde o berçário!!!!). É muita coisa, então fiz da seguinte forma – do berçário até o maternal numa pasta. Do jardim A e B numa outra e, do primeiro ano guardo o primeiro caderno, e vou vendo todos os trabalhinhos e folhas soltas (uma a uma). Até porque, a medida que crescem, não precisaremos mais guardar, daí será só um caderno ou outro, né? Cada ano numa pastinha com etiqueta do ano letivo.

Claro que isso tudo é muito pessoal, mas falo isso porque uma vez fiz uma organização na casa de uma cliente que guardava TUDO de seus dois filhos – um depósito de pastas, caixas e mais caixas com um monte de papel solto (todos os rabisquinhos), de que adianta? Vira um monte de lixo! Nem ela sabia o que era de um ou de outro e que idade tinham… O valor de se guardar esses materiais é para depois olhar com a (s) criança (s), mostrar para ela, então deixe o que foi bem representativo para aquele período, coloque data no que não tiver para saber qual a idade que foi feito…os materiais guardados servirão como uma memória para nós (pais) e, para a criança enxergar seu desenvolvimento!

Para tornar todos os materiais memórias representativas, precisamos escolher o que realmente, vale a pena! Feito isso, agora sim, estamos prontas para mais um ano de muuuuuitas folhinhas, desenhos, trabalhos dos nossos amados pequenos artistas! 
  

Adriane Denise Flessas Becker – Coaching em Organização Pessoal e Profissional na Organossys

Comente pelo Facebook

Leia mais!