11.jul.2013

Os Benefícios do Aleitamento Materno {Fala,Fono!}

vantagens-do-aleitamento-materno

Sabemos que o aleitamento materno é o alimento mais completo que um recém-nascido pode receber. Ele é rico em anticorpos, vitaminas e água, para que o bebê se desenvolva sem necessitar da introdução de qualquer outro tipo de alimento, nem líquido.

O aleitamento materno deve ser mantido, exclusivamente por no mínimo 6 meses e complementado até os 2 anos de idade.

Alguns dos benefícios aos bebês que são amamentados exclusivamente:

  • Possuem menor risco de contrair infecções e alergias;
  • Desenvolvem o correto crescimento dos ossos e músculos da face;
  • Melhor padrão respiratório;
  • Mais tranquilos;
  • Menor chance de usar chupeta ou mamadeira;
  • Melhor produção da fala;
  • Menos otites, entre outros.

Além de ser ótimo para o desenvolvimento físico do bebê, o aleitamento materno promove o vínculo entre mãe e bebê, uma relação de cumplicidade e amor, que se somam ao desenvolvimento psicológico da criança, fazendo com que ela se sinta mais segura e amada.

Para a mãe que amamenta existem diversos benefícios, como:

  • Voltar ao peso normal ou próximo ao de antes da gravidez;
  • Promove a retração natural do útero, diminuindo o sangramento pós- parto;
  • Diminuição do risco de anemias;
  • Protege contra câncer de mama e ovários;
  • Eficácia de 98% de anticoncepcional natural, se a amamentação for exclusiva, entre outros.

Alguns bebês têm dificuldade para mamar no seio materno por apresentarem língua presa, dificuldade de respiração, ou até mesmo por dificuldade de fazer a correta pega no seio. Isso gera stress e desconforto para mãe e bebê. Portanto, se forem observadas certas dificuldades na hora da amamentação, a mãe deve procurar orientação especializada, para que se possa manter o aleitamento materno por maior tempo possível.

 Dicas para o momento da amamentação:

  • Procure estar tranquila;
  • Esteja em uma posição confortável para você e para o bebê;
  • Evite conversar com outras pessoas ou ao telefone;
  • Dê o máximo de atenção ao seu bebê;
  • Mantenha contato ocular e converse com seu filho;
  • Deixe o bebê esvaziar uma mama para depois mamar na outra;
  • Pegue seu seio fazendo um “c”, segurando-o de baixo para cima, para que fique melhor posicionado na boca do bebê;

Verifique se a boca do seu bebê está em formato de “boca de peixe”, onde os lábios inferiores ficam viradinhos. Esta é a forma correta de mamar.

aleitamento-materno

 

Em caso de dúvidas, façam nos comentários que responderei assim que possível.

Abraço,

Taís Alves Batschauer

Fonoaudióloga

CRFª 9309/RS [email protected]

Comente pelo Facebook

Leia mais!