4.abr.2013

Perguntas e Respostas sobre Desenvolvimento Infantil {Por Teresa Ruas}

Mamis,
Hoje a Teresa Ruas, consultora da Fisher-Price, respondeu algumas perguntas feitas por leitoras do Blog, sobre desenvolvimento infantil! 

Meu bebê tem quatro meses, ele aprendeu a virar de bruços, porém não desvira. Tem algum exercício que posso fazer com ele e ensiná-lo a sentar? 

Um bebê dessa idade realmente ainda não consegue se desvirar, ele apenas sabe rolar de um lado pro outro. Para realizar a troca de postura – de barriga para baixo para de barriga para cima -, é necessário um maior equilíbrio e fortalecimento de tronco. O mesmo acontece com o ato de sentar nessa idade. Entre cinco e seis meses possivelmente ele já comece a sentar, porém ainda precisando de apoio de tronco. Por enquanto, estimule seu filho a rolar de um lado para o outro e a se virar, pois assim ele estará fortalecendo a região e logo mais conseguirá sentar.

Vale lembrar que cada criança tem seu ritmo de desenvolvimento e nós, especialistas, sempre avaliamos o que é esperado para determinada fase, nunca comparando com outras crianças.

Minha filha nasceu de 36 semanas (prematura) e hoje, com quatro meses, acho o desenvolvimento dela diferente de outras crianças da mesma idade. É normal? Quando o desenvolvimento se iguala? 

Quando o bebê nasce prematuro, temos que corrigir a sua idade até, pelo menos, os 3 anos de idade. Se a sua filha nasceu de 36 semanas, significa que ela nasceu do útero 28/30 dias antes do previsto. Ou seja, hoje ela tem três meses, e não quatro.
Portanto, ela apresentará o desenvolvimento esperado para o início do 3º mês. Mais do que isto, devemos respeitar o ritmo de cada bebê e comparando os ganhos dela com ela mesma, e não com outras crianças da mesma faixa etária.

Meu filho tem 1 ano e 3 meses e é super desconfiado. Ele não pega nada das mãos de estranhos. Isso é normal?

A partir dos 8 meses, começa a fase do estranhamento. A criança, ao olhar uma pessoa que nunca viu ou conviveu e perceber que ela não é sua mãe, pai ou cuidador primário (avó, tia, babá) poderá estranhar e/ou desconfiar. É normal que ela procure o contato afetivo com as figuras primordiais de apego e afeto.

Meu filho tem 4 meses e 2 semanas, é bastante ativo, já vira de bruços, desvira com facilidade, apoia o corpo sobre o antebraço, segura brinquedos, já até tenta engatinhar e presta bastante atenção nas conversas. Depois de um tempo, a brincadeira perde a graça. Como estimulá-lo mais?

Pelo que você está me contando, ele já está sendo muito bem estimulado. Alguns comportamentos, como apoiar o corpo sobre o antebraço está adequado para a idade e outros, como tentar engatinhar, está além dos quatro meses de vida.
Continue brincando com seu filho e proporcionando diferentes experiências a ele!
O período de atenção/concentração nos bebês é muito curto (questão de segundos!), por isso ele sempre buscará novos estímulos e brincadeiras. Apenas cuidado para não estimular demais a criança e cansá-la. Se ela está de acordo com o esperado – como você nos contou – curta seu filho sem grandes preocupações.

Meu bebê tem 10 meses e só fala ééééé, já tinha que balbuciar mais coisas? Como estimular?

Nesta idade, é esperado que o balbucio termine e também que combinações de consoantes e vogais comecem a se tornar mais frequentes (exemplo: bababa, dadadadada, papapapapa, mamamama). A estimulação dos pais com músicas, cantos e livros é muito importante.
Verifique se você está estimulando a fala de seu bebê e se você permite que ele tente falar e/ou apontar para o que deseja, sem já dar e/ou fazer rapidamente o que a criança está pedindo.

Dar um tempo para a criança se expressar, mesmo que você já saiba o que ela quer dizer é extremamente importante para o desenvolvimento da linguagem oral.

Observe também se seu bebê faz a localização firme, direta e brusca da fonte sonora, em qualquer plano, acima ou abaixo do nível dos olhos e na lateral direita e esquerda. Caso não consiga, relate para o seu pediatra.

Minha filha tem sete meses e odeia ficar sentada. Só quer ficar em pé no berço e apoiada em outras coisas. Ela quase engatinha, mas ainda não fica sentada. Quando a sentamos, ela deita e vira de bruços ou cai. É normal?

A idade entre seis e oito meses é a fase do sentar e o início do engatinhar, pois a criança já tem melhor controle de tronco e abdômen para realizar estes comportamentos.
No entanto, se a sua filha já está ficando em pé com apoio ou quase engatinhando, isto quer dizer que mesmo não ficando muito sentada, ela já tem esses controles e já está iniciando o fortalecimento de quadril, joelhos e pés.

Que ótimo! Nem toda criança segue todas as etapas descritas em desenvolvimento infantil e isto não quer dizer que ela tem uma anormalidade, mas sim outro ritmo de crescimento.

Se quiserem (re)ler a outra entrevista dela aqui no Blog é só clicar AQUI.

Beijos
Angi

Comente pelo Facebook

Leia mais!