22.ago.2013

Pérola do dia!

Gurias,

Hoje de manhã estava comentando na fan page que hoje é dia de faxina! Porém antes de começar a faxina, o Antônio fez um super cocô, que por sinal quase vomitei com o cheiro, e resolvi dar um banho nele! Sempre tomamos banho juntos, mas aqui em casa, o banho é uma tarefa do pai, então é o pai que dá mais banhos, eu dou apenas nessas ocasiões de cocôs que contaminam o cheiro da casa, da roupa e do guri!

No meio do banho, o Antônio pega no seu pênis e pergunta se eu também tenho pinto. Eu digo que não, penso o que falar… e digo que tenho vagina! Afinal, não tem outra palavra melhor para falar, né? Não tem porque enrolar, dizer que é “pepeca” ou “xexeca”, falei naturalmente, que os meninos tem pênis e as meninas tem vagina! Eu confesso que muito tempo eu não falava vagina, na minha infância parecia tabu a menina falar vagina, tocar, essas coisas… Mas quero que aqui em casa seja falado naturalmente!

E quem pensa que as crianças não entendem com essa idade, estão muito enganadas! O Antônio começou a relacionar todas as pessoas de próxima convivência e falar: ” Ah, legal, então a vovó tem vagina! E a Lelê (coleguinha) também tem vagina!”

A minha palavra do dia é faxina e a dele é vagina! Tenho certeza que vai chegar na escola e perguntar para a professora se ela tem vagina! Só espero que não se assustem e conversem com naturalidade! E só estou pensando o que serão as próximas conversas… tem horas que é difícil ser mãe de guri, né? E é tão importante explicarmos em casa, para não aprenderem de uma forma errada fora de casa, né?

corpo

Imagem daqui!

 

Comente pelo Facebook

Leia mais!