8.mar.2013

Preparada para a próxima? { Gravidez }

Você já passou pela experiência de ser mãe de primeira viagem, ouviu todas as dicas da mãe da sogra, enfrentou seus medos particulares (o parto, o primeiro banho, a primeira febre, a primeira queda), chorou, sorriu e aplaudiu de pé todo o espetáculo que é ser Mãe. Mas agora sente que está faltando alguma coisa, não só para você como também para o seu filho: Um irmãozinho (a). 

Alguém para ele brincar, brigar, aprender a dividir e ensinar as coisas certas (que ele aprendeu com você) e as erradas (que ele, certamente, aprendeu com o Pai).

Veja como começar de novo toda a jornada, se preparar física, psíquica e emocionalmente:


1) Planejamento: Converse com seu Parceiro. Dependendo da idade do seu filho ele também pode participar dos planos de forma indireta para começar a se acostumar com a ideia. Reveja as Finanças: você já passou por isso e sabe que ter filho exige espaço também no orçamento. Tente não se endividar, e fazer uma poupança para os gastos que virão com o nascimento. Espaço físico: Já pense onde será o quarto da criança, se ficará com o irmão ou se você tem algum outro cômodo para ele. Se tiver que fazer alguma reforma é melhor fazer antes da gestação, para evitar a poeira, cheiro forte, estresse e esforço durante a gestação.

2) Já tem um plano de saúde? A gestação exige muitos cuidados médicos e os procedimentos podem sair caro, nem sempre a rede pública irá oferecer um serviço do jeito que você gostaria. Os planos de saúde geralmente tem carência 10 meses para o parto. Então se você ainda não tem um, procure o plano que cobre o médico e o hospital de sua confiança e faça o contrato antes de engravidar. Se for optar usar a rede pública já tente agendar a consulta também.

3) Procure seu Obstetra: Você precisa começar a tomar o ácido fólico uns 3 meses antes. Além disso é bom realizar alguns exames de sangue, como as sorologias, exame de urina, verificar sua Pressão Arterial e rever sua vacinação. Talvez você precise tomar alguma vacina que não poderá ser tomada durante a gestação. Se já faz algum tempo que você o Papanicolau, também deve ser feito antes de engravidar.

4) Você usa algum remédio ou tem algum problema de saúde? Muito remédios não podem ser utilizados na gestação, procure o médico que os prescreveu para ver se você precisa trocar por outro. Remédios para Asma, Diabetes, Hipertensão, entre outras patologias podem precisar ser trocados. O feto é completamente formado no 1º trimestre da gestação, se você estiver usando determinados remédios ele pode afetar o feto até você descobrir que está grávida. Atenção especial aos cremes também deve ser dada: ácidos, antirrugas e muitos outros precisam ser suspendidos. Procure o seu Dermatologista para ver opções seguras para as gestantes.

5) Atividade Física: Se você já pratica deve dar preferência as atividades leves na hora que começar a tentar engravidar, evite atividades com grande impacto ou exaustão, como o spinning por exemplo. Se você não se exercita, começar a praticar pode ajudar na disposição ao longo da
gestação, no controle do peso e na hora do parto. Consulte seu médico para saber se você está liberada para fazer as atividades.

6) Alimentação: Se você já tem uma alimentação saudável e balanceada, Parabéns. Se você abusa de alguns alimentos, é melhor começar a se controlar. Diminua doces, gorduras saturadas e frituras. Coma mais frutas e verduras (sempre bem lavadas). Evite as infecções: lave as mãos com frequência, cuidado com a higiene dos alimentos, não coma alimentos crus ou malcozidos, nem saladas e frutas fora de casa se você não conhece como foi feito a higiene. Tente atingir seu peso ideal antes da gestação, mas sem dietas muito rigorosas ou desbalanceadas.

7) Não abuse do café, refrigerantes e chás. A cafeína em excesso pode afetar a fertilidade e também prejudicar a absorção do ferro, que você irá precisar na hora da gestação. Evite o álcool, e o cigarro é proibido mesmo quando você não pensa em engravidar. Se precisar de ajuda para parar procure um especialista e faça o tratamento antes.

8) Aprenda com o passado: O que você teve na outra gestação que te preocupou? Precisou de repouso? Foi difícil engravidar? Teve muitos enjoos? Engordou demais ou de menos? Veja o que você pode mudar para não acontecer nessa gestação.

9) Controle o Estresse: Comece por dormir bem, o tempo necessário para que você se sinta bem ao longo do dia. Se está trabalhando, não comente nada no local, mas comece a diminuir um pouco seu ritmo, evite trabalhar até tarde, evite discussões desnecessárias (também vale para a casa).

10) Por último: pare de usar o método anticoncepcional e “pratique” com frequência para não deixar escapar o dia da ovulação.


Tenha paciência que tudo correrá bem e Boa Sorte para vocês!

Visitem também o site Seu Pediatra e curtam a Fan Page no facebook AQUI!

Beijos
Fernanda