21.nov.2012

Primeiros 30 dias do bebê em casa

Imagem do google.

O primeiro mês em casa é daquelas situações que só quem já passou para entender. Todo o pós-parto exige cuidados, passamos por mudanças hormonais, físicas e psicológicas. Mas a notícia boa é que tudo passa… todas nós sobrevivemos, sem sequelas – e ainda sentimos saudades!

Neste primeiro mês temos tendência de nos preocuparmos com o bem-estar do bebê. Quantas vezes nos esquecemos de comer, ir ao banheiro, tomar banho, ou mesmo lavar o rosto? Não podemos nos esquecer de cuidar da gente! Afinal somos responsáveis pelos cuidados do nosso filho e temos que estar bem, por nós, por eles e pelo marido!

O sangramento pós-parto acontece com todas as mulheres, independente do tipo de parto. Então a dica é ter o absorvente noturno sempre à mão. O sangramento varia de mulher para mulher e dura em média o primeiro mês. Ufa!


A amamentação, sem dúvida, é o momento mais lindo e especial entre mãe e bebê. Só que 70% das mães têm dificuldades para amamentar. Além de se informar antes do bebê nascer, é sempre bom ter em mãos produtos que podem facilitar a amamentação, além de ajudar a amenizar as dores e rachaduras que são comuns no começo:


  • Bico de Silicone: protege o seio e pode facilitar a pega;

  • Concha de amamentação: protege o seio, auxilia a formar o bico e armazena o leite que sai nos intervalos entre as mamadas;

  • Discos para acalmar o seio: para aliviar as dores;

  • Garrafinhas de água. Eu tomava muita água. Além de matar a sede, a água ajuda na manutenção e produção do leite;

  • Almofada de amamentação, para amamentar com conforto, evitando as dores nas costas.

Mais 3 dicas que foram úteis, da série pequenas coisas que fazem toda a diferença:


  • Tenha sempre um bom livro por perto, para as horas em que você está “sem sono”, zelando o sono do bebê. Quem nunca? #vidademãe

  • Sempre que puder saia de casa para tomar um sol, anti depressivo natural e gratuito;

  • Peça ajuda sempre que necessário, afinal: “Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar”.

É isso mamis, quais seriam suas dicas para “sobreviver” a esse primeiro mês cheio de novas informações?



beijos
Angi

Comente pelo Facebook

Leia mais!