23.jun.2015

Sobre a festa de 5 anos do Antônio!

Gurias, preciso confessar que uma das coisas mais difíceis para mim, em ser mãe de 2, é a culpa em dar algo para um dos filhos e não dar para o outro, mesmo que o outro nem precise. Quando vou comprar roupa para o Antônio, pois ele está precisando de calças, eu me sinto obrigada a comprar algo pro Caetano, uma culpa doida, sem razão… #abafa #coisasdemãe

Esse ano fizemos uma festinha para o Caetano de 1 aninho, convidamos a família e alguns amigos bem próximos. Eu adoro fazer festão, se pudesse faria festão todos os anos, mas vocês sabem como é, mesmo “festinha”, gastamos sempre mais do que gostaríamos, imagina festão… Como fizemos a festa de 1 ano do Caê, o Antônio estava esperando uma festa, claro.

Eu adoro comemorar meu aniversário, adoro fechar um ciclo e começar outro, para mim é como um ano novo cheio de possibilidades, amo bolo, balão, assoprar a vela. Eu quero que meus filhos curtam comemorar o aniversário deles, que sejam felizes com o que tiverem, um festão, uma festinha, ou um bolo da padaria e uma vela, sim, a vela não pode faltar!

Além dessa questão financeira, que duas festas no ano custam caro, confesso que estou numa fase mega cansada, o Caetano tem acordado entre 3 a 4 vezes a noite, ele está caminhando, e super ativo, e pensar em organizar a festa cansa também. Sem contar que “acabamos” de voltar de mini-férias, pela primeira vez estava pensando em fazer um bolinho em casa mesmo. Porém o bichinho estava super na expectativa e minha culpa de mãe começou a pensar nas infinitas possibilidades de fazermos uma festa, sem gastar taaaanto…

Primeiramente, conversei com ele e falei que faríamos uma festa, mas que teria que ser apenas para os colegas e família próxima, tipo nossos pais, irmãos, e sobrinhos, conversei com ele para não criar muita expectativa. Ele escolheu o tema: MÁGICO! Reservei o salão da minha irmã, porque o salão do nosso prédio não tem estrutura para festas de crianças, e comecei a orçar salgadinhos, doces, recreação, aluguel de brinquedos, bebidinhas, alguém para me ajudar na cozinha, já que nem minha mãe poderá estar aqui dessa vez para me ajudar, e comecei a ver que gastaríamos mais do que estávamos pensando e teríamos um baita trabalhão. Ah, e a minha irmã mora na cidade do lado da nossa e dos colegas do Antônio, então fiquei bem preocupada que os coleguinhas não fossem em função da distância…

Então aos 45 minutos do segundo tempo, há exatas 2 semanas atrás, mudamos os planos novamente e resolvi pesquisar em casas de festas aqui em Canoas. Até que achei a casa de festas que faremos e super valeu a pena, pois não terei que me preocupar com nada, apenas com a decoração, que eu mesma resolvi fazer, porque eu preciso inventar moda, como meu marido mesmo fala. 

Como economizar fazendo bonito?

* Convidando apenas os colegas, ou colegas + família, ou colegas + família + amigas com filhos. Se for convidar todo mundo que você ama e ama seu filho não vai querer fazer festa nunca mais… porque gastamos muito mesmo!

* Faça os personalizados: estou fazendo todos os personalizados. A Mari da Layouteria faz as artes e pode te mandar elas prontinhas, ou você mesma pode imprimir numa gráfica ou impressora (boa), e depois é só colar nos produtos, tipo tubets, latinhas, e rechear com as guloseimas. 

* Fazer a mesa do parabéns! Eu acho que é um baita trabalho e fazer com uma decoradora é ótimo, pois você pode ir se arrumar no salão, chegar só na hora da festa, mas custa. Por aqui varia muito os valores, mas já pesquisei desde R$500,00 até R$5000,00, mas você pode fazer e gastar bem menos! 

Não gosto de economia “burra”, por exemplo, comprar doces e salgadinhos bem baratinhos… acho que temos que oferecer o melhor que podemos para nossos convidados, por isso prefiro reduzir a lista do que diminuir a qualidade. Normalmente o que é muito baratinho não é bom, já fiz cupcakes e sei que tem produtos e “produtos” que fazem toda a diferença no resultado final, então não caiam no bom e barato, que quem faz bom, se valoriza e cobra um valor justo pelo trabalho dela!

Bom, não foi fácil tomar essa decisão, pois tenho várias amigas que adoraria que estivessem conosco comemorando mais um ano do Antônio, mas esse ano faremos uma festa linda, porém menor, apenas para os colegas e os pais dos colegas até já formamos uma turminha de pais, e minha família bem próxima! Espero que nenhuma amiga que não convidamos fique triste, mas fazemos o que podemos, né? E tenho certeza que o Antônio vai curtir muito os coleguinhas e uma surpresa que preparamos para a festa, até eu estou ansiosa! 

Beijos

Angi

Comente pelo Facebook

Leia mais!