11.mar.2015

Tempo, tempo, tempo, tempo

” És um senhor tão bonito, quanto a cara do meu filho. Tempo, tempo, tempo, tempo. Vou te fazer um pedido. Tempo, tempo, tempo, tempo” 

Há um ano, escutava essa música, tentava relaxar e esperar a hora do Caê chegar. Tentei várias vezes, mas não consegui escrever sobre esse primeiro ano do Caetano em nossas vidas! Quando descobri a gravidez, me vi cheia de medos e dúvidas: Será que amaria mais um filho? Será que daria conta de cuidar de mais um filho? Eram perguntas que me fazia todos os dias… Eu acreditava que sim, tinha que acreditar que sim, e no dia 7 de março de 2014, quando senti o seu cheirinho, meu filho, ainda na sala de parto, tive a certeza que, amor de mãe não se divide, se multiplica!

Caetano, seu nome foi escolhido pela força que carrega, nome de santo, nome de músico, de poeta da vida, e você chegou fazendo poesia dentro de mim! Você foi muito desejado, muito amado, e “lutou” bravamente comigo e com seu pai, no dia do seu nascimento, para que viesse ao mundo da forma que sempre sonhamos. E foi assim que você nasceu, em um parto lindo! Eu sei que esse post não é para falar de parto, mas o seu parto foi transformador. Você chegou cheio de força, coragem, depois de 14 horas de trabalho de parto ativo, sereno, calmo, sorridente, feliz!  Chegou me ensinando que devo acreditar mais em mim, que sou mais forte do que imaginava, e que sonhos se realizam!

Em tão pouco tempo, aprendi com você muito mais do que poderia imaginar. Há 1 ano já não durmo a noite inteira, amamento em livre demanda, vivo cansada, mas não tem alegria maior do que ser tua mãe e poder acompanhar de perto seu desenvolvimento. Parece que o tempo é nosso maior inimigo, cada vez passando mais rápido, e em um piscar de olhos você está com 1 ano, cheio de vontade própria, carinhoso, bondoso, um filho e irmão maravilhoso!

Com você aprendi que não preciso comer comida fria, que quando você dormir, eu posso descansar, tomar banho, ou fazer outra coisa que desejar.  Aprendi que minha casa não precisa estar sempre em ordem, mas que preciso cuidar de mim para cuidar de vocês. Coisas que sempre me cobrei muito, mas que o segundo filho nos ensina, nos dá sabedoria para equilibrar os compromissos do dia a dia e tranquilidade para sabermos que tudo são fases, que quando menos esperarmos vai passar e logo sentiremos saudades. 

Mesmo já sendo mãe e já sabendo como é ser mãe, há 1 ano você me inspira a querer ser uma mãe melhor para ti e teu irmão, me ensinou a me culpar menos e equilibrar mais e que sempre damos um jeitinho! Você me fez perder os medos, multiplicou minha capacidade de amar, minha paciência, e me ensinou a importância de ter um tempo para mim, para não esquecer do meu lado mulher. 

Esse primeiro ano foi um ano maravilhoso! Não foi fácil, mas quem disse que seria? Mergulhei na maternidade. Fiz tudo que achei que era melhor para vocês. Pude contar com pouquíssimas pessoas, mas quer saber, superamos tudo, demos conta, e nos descobrimos mais fortes e unidos do que imaginávamos que éramos! 

” Meu amor, te desejo muita saúde, muito amor, e principalmente muitos sonhos, são eles que nos movem! Todos os dias agradeço a Deus por ser sua mãe, e peço para Ele continuar te abençoando. Que Ele te guie sempre no caminho do bem e do amor, ensinando a respeitar a todos. Desejo que tenha bons amigos e lembre-se, sempre estarei aqui por ti! “

Comente pelo Facebook

Leia mais!