16.jan.2017

Você sofre de Compulsão Alimentar?

Oi gurias, hoje tenho uma super novidade, temos uma nova colunista, é a Camila Lumertz que é nutricionista e coach. Ela trará conteúdo de qualidade, reflexões, desafios e dicas sobre saúde da mulher, mas mais do que isso, irá nos motivar para que juntas possamos mudar hábitos, sermos mais saudáveis e felizes! Seja muito bem vinda, Camila, a casa é sua!

mtt0mmbt1ws-epicurrence

Será que tem muita mãe que sofre com compulsão alimentar por aqui?

Esse é um problema aparente em quase todos os atendimentos que eu faço. E o que eu posso perceber é que quanto mais as pessoas deixam esse hábito negativo tomar conta, mas ele se reforça dentro de uma rotina alimentar.

Mas antes de seguir vamos esclarecer melhor aqui o que é compulsão alimentar.

Compulsão alimentar é quando comemos sem pensar de maneira desenfreada, sem mastigar direito o alimento, sem escutar os sinais de saciedade do nosso corpo, comendo uma quantidade de comida muito maior do que aquilo que nosso corpo realmente precisa. E o que vem no final de todo esse quadro? Vêm os sentimentos de angustia, frustração e até raiva por você ter feito todo esse excesso alimentar.

O que pode estar causando compulsão alimentar em você?

  1. Pular refeições – você mãe, pode estar esquecendo-se de você (e sabemos que isso é algo tanto corriqueiro dentro da dedicação exclusiva que é ser mãe – e ainda cuidar da casa, do maridão, das compras…)
  2. Você pode estar levando para a mesa toda a ansiedade dos seus problemas e ‘’pré-ocupações’’ e acaba buscando na comida um certo ‘’conforto’’.

Agora durante esses próximos dias, identifique os momentos em que tem passado por isso e analise os momentos precedentes a esse fato.

Você brigou com alguém e foi descontar na comida?

Você ficou feliz com alguma coisa e foi descontar na comida ‘’come-morando’’ de maneira compulsiva?

Você tinha ficado realmente sem se alimentar direito o dia todo e chegou à noite e se atracou numa nega maluca? 

Você já apresentou esses sintomas? Eles estão freqüentes na sua alimentação? Então quem sabe vamos parar um pouco e refletir sobre as causas dessa atitude na sua rotina alimentar. Quais são as situações, quais são os sentimentos e emoções? A conscientização é o primeiro passo para a mudança.

Comentem aqui quem já passou por isso e no próximo post vou comentar das conseqüências negativas e trazer dicas para trabalhar e amenizar esse quadro na rotina alimentar de quem sofre com isso.

Beijos da Nutri Camila

Comente pelo Facebook

  • Oi Camila
    Eu sofro sim, a ansiedade me consome e a comida é minha ‘parceira’
    Se tô feliz, triste, mt ocupada, desocupada…tudo é motivo pra comer como se n houvesse amanhã!

    Bjoooooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

Leia mais!